sexta-feira, julho 01, 2011

Método de amor e sedução shao lin

É sabido e notório que sedução é algo ensaiado, uma forma de arte pouco dominada pela maioria dos possuidores dos cromossomos XY, nós os ditos machos da espécie. Mesmo este blog sendo uma forma de divulgação da poesia máscula sensível carpada, é, vez ou outra, abrigo de sabedoria de gosto duvidoso e ensinamentos eficácia de impossível comprovação.

A sedução, este ato tenebroso de aproximação ao sexo oposto com o fim de procriação, realização emocional ou somente de saudável recreação, é um dos momentos em que a arte deve ser utilizada com o fim máximo de qualificar o oponente do toco irresistível para o drible na manha feminina do bico na bunda perfeito. Seduzir é sobreviver, às vezes a muito custo, e subir o evereste de sunga, e isso tudo ao mesmo tempo.

Baseado nisso e conhecedor que sou dos métodos de sedução Shao Lin busco neste texto ensinar aos nobres machos perdidos na sarjeta da vida os métodos mais seguros de sedução, ao menos os conhecidos pelo homem.

Os dois métodos centrais da sedução Shao Lin é são a sedução força, baseada no método viking, e a sedução arte, comprovada pelo esbelto Método Hong Kong Fu do Tigre. 

A sedução força do método viking é de fácil explicação: é a utilização de vosso corpanzil amestrado numa abordagem a la Piratas do caribe em busca do beijo na surpresa da moça e com sorte mais que isso, mas a modernidade de mulheres faixa-preta exige para isso que você, meu nerd magrelo querido, ganhe massa muscular e advogado bom, porque não tá sopa pros Vikings não.

A sedução arte do Método Hong Kong Fu do Tigre consiste no equilibro entre velocidade, delicadeza, sutileza, papo e um "vem cá minha nega" bem dado. Inclusive o bote é de serpente e o método tinha de ser de Serpente, mas os publicitários da ordem Shao Lin acharam que vendia mais ser do Tigre, enfim, vamos à aula.

O Método Hong Kong Fu do Tigre exige do seu utilizador pra inicio de conversa a perda da frescura de dizer um oi. Isso é o passo inicial: Diga,oi! se ela rosnar afague-a com o olhar como se ela fosse um poodle irritado.Se o rosnado aumentar mude de alvo.

Abrindo a conversa busque, através do processo dedutivo, entendê-la, observe-a, ouça-a, saiba o que ela é, faz, e quer. O importante é mantê-la interessada em você, fazê-la perder o medo, se aproximar. Com o papo rolando solto e que foi de Foucault à cueca, passou pelo gol do Ciro e pelo amor multidisciplinar é possível a inclusão de elogios na pauta. Elogie, mas sem exageros, o Método Hong Kong Fu do Tigre exige equilíbrio e frieza, cachaça ajuda.

No andar desta carruagem chega o momento do ato principal do Método Hong Kong Fu do Tigre, que é a abordagem. A abordagem final é a representação perfeita da velocidade, o mais perfeito afrodisíaco, somada à delicadeza e ao "Vem cá minha nega". Com o alvo vislumbrando seus olhos, fechado e focado na sua fuça feiosa de macho barbado, busque um movimento que permita um bote labial somado ao enlaçamento pela cintura em uma umbigada perfeita e coordenada, que tira fôlego de de recordista de mergulho sem aqualung. Mas não basta beijar, tem de beijar sem perder a pegada e nem comer a língua da moça, tem de ser sutilmente misturado, sacado, gostado. Às vezes o uso do método é mais gostoso que o resultado, por isso é sempre legal.

O Método Hong Kong Fu do Tigre é um método que exige mais dedicação que força e conta ponto a longo prazo, permitindo inclusive a reciclagem de atingidos anteriormente, dada a enorme popularidade e a lembrança boa. Exige estudo constante tanto físicos quanto intelectuais e por isso nem sempre é popular.

O Método Hong Kong Fu do Tigre é uma das melhores opções no circuito barzinho, banquinho e violão.Não é recomendado em circuitos of road, tipo boites, raves e quejandos cuja audição vai pro saco e conversar é tão inútil quanto levar um arenque pra farejar antílopes na Savana. Para estes ambientes o Método Viking é o mais popular, o que os advogados adoram.

PS: Para saber mais sobre o "Vem cá minha nega" procure informações sobre Umbigada e Maxixe, ritmos de onde se originou este golpe shao lin.

2 comentários:

Anônimo disse...

Parece propaganda de cosmético...A eficácia idem, pra quem os utiliza (método e cosmético). Qq ou nenhum método pode funcioar ou não, caso seja a vontade (desejo!) DELA.

Gilson Junior disse...

Sério? Jurava que parecia uma peça de humor ridicularizando os métodos.

Nego(a)preto(a) anonimo(a), uma parte fundamental do humor, da vida, é saber interpretar.